Da legitimidade de textos poéticos musicados como fonte para o estudo da prosódia de tempos passados do português: O exemplo das cantigas medievais galego-portuguesas

Autores

  • Gladis Massini-Cagliari UNESP - Araraquara Departamento de Linguística Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara

Palavras-chave:

ritmo poético, ritmo linguístico, ritmo musical, fonologia

Resumo

Este trabalho mostra como se podem extrair informações acerca de fenômenos fonológicos como silabação, ditongação, elisão vocálica e posição dos acentos primário e secundário, a partir da relação entre sílabas poéticas e sílabas fonéticas, tomando como exemplo uma cantiga de amigo de Martim Codax, tomada a partir da letra e da música registradas no Pergaminho Vindel.

Biografia do Autor

Gladis Massini-Cagliari, UNESP - Araraquara Departamento de Linguística Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara

GLADIS MASINI-CAGLIARI é Bacharel e Licenciada em Letras pela Unicamp (1987), onde cursou também o Mestrado (1991) e o Doutorado em Lingüística (1995). Fez Pós-Doutorado na University of Oxford, em 2002-2003. Em 2005, obteve a Livre-Docência em Fonologia na UNESP, Campus de Araraquara, onde exerce atualmente a função de professor adjunto. É pesquisadora 1-C do CNPq e coordenadora de projeto de pesquisa na Fapesp. Foi Vice-Presidente do Grupo de Estudos Lingüísticos do Estado de São Paulo - GEL (biênio 2005-2007) e editora da revista Estudos Lingüísticos. Coordenou o Grupo de Trabalho em Estudos Medievais da ANPOLL mno período 2008-2012. É coordenadora do Grupo de Pesquisa “Fonologia do Português: Arcaico & Brasileiro”. Publicou, entre outros livros, Cancioneiros Medievais Galego-Portugueses (Martins Fontes, 2007), O texto na alfabetização e Diante das Letras (Mercado de Letras, 2001 e 1999), Do poético ao lingüístico no ritmo dos trovadores (Cultura Acadêmica, 1999) e Acento e Ritmo (Contexto, 1992).

Downloads

Publicado

2014-09-24

Edição

Seção

Artigos