Ensino de pronúncia e a discriminação de padrões silábicos

Autores

  • Rosane Silveira

Palavras-chave:

pronúncia, instrução formal, epêntese, padrões silábicos

Resumo

O presente estudo testou o efeito do ensino da pronúncia na percepção do contraste entre os padrões silábicos CV e CVC no final de palavras da língua inglesa. A pesquisa contou com a participação de um Grupo Experimental e um Grupo de Controle. Apenas o Grupo Experimental recebeu instrução sobre a pronúncia de algumas consoantes finais do inglês e sobre a importância de evitar o uso de uma vogal epentética para pronunciar estas consoantes. Os dois grupos foram testados (pré-teste) antes que o primeiro grupo recebesse o tratamento (i.e., instrução relacionada à pronúncia das consoantes finais), bem como uma semana após o tratamento (pós-teste). Os resultados do pós-teste sugerem que o Grupo Experimental apresentou um desempenho superior ao do Grupo de Controle (ainda que essa diferença não tenha sido estatisticamente significativa), especialmente com relação às consoantes praticadas com o auxílio da apostila de pronúncia.

Downloads

Edição

Seção

Artigos