Conexões teóricas entre performatividade corpo e identidade

Joana Plaza Pinto

Resumo


Com base nas interpretações que Derrida (1990) e Butler (1997; 1998; 1999) fazem dos estudos de atos de fala de Austin (1976), este artigo discute as conexões teóricas entre performatividade, corpo e identidades. Uma visão performativa radical da linguagem propõe o corpo como elemento explicativo na análise das práticas identitárias. Os atos de fala repetidos dentro de um quadro normativo rígido constituem as identidades – atos ritualizados de um corpo que fala. Especificamente, as identidades de gênero são exemplos importantes para a compreensão dos aspectos lingüísticos na regulação dos corpos.

Palavras-chave


performatividade; corpo; identidade; gênero

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-44502007000100001

Revista Delta-Documentação e Estudos em Linguística Teórica e Aplicada ISSN 1678-460X