Vozes em embate na mídia de informação e produção da objetividade: polêmicas em torno da precarização do trabalho na escola

Autores

  • Bruno Deusdará UERJ
  • Décio Rocha UERJ / CNPq

Palavras-chave:

discurso relatado, notícia de jornal, precarização do trabalho escolar, Programa Nova Escola

Resumo

Neste artigo, procedemos à análise de modos de produção de sentidos sobre o trabalho dos profissionais de Educação do ensino médio na mídia impressa, a partir de uma perspectiva enunciativa. Para fins de análise, selecionamos, como corpus, notícias de jornal tematizando o Programa de gratificação Nova Escola, instituído na rede pública estadual do Rio de Janeiro desde 2000. Abordando a problemática da heterogeneidade enunciativa (Authier-Revuz, 1990; Maingueneau, 1997), privilegiamos o discurso relatado como entrada de análise, com ênfase na categoria de discurso narrativizado (Genette, 1972; Sant’Anna, 2004; Deusdará, 2006). Os resultados obtidos mostram que o recurso ao discurso narrativizado cria um efeito de objetividade máxima na captação da voz oficial.

Biografia do Autor

Bruno Deusdará, UERJ

Instituto de Letras (Departamento de Estudos da Linguagem) e Instituto de Aplicação (Departamento de Línguas e Literatura)

Décio Rocha, UERJ / CNPq

Instituto de Aplicação (Departamento de Línguas e Literatura) e Instituto de Letras (Departamento de Estudos da Linguagem)

Downloads

Publicado

2014-07-01

Edição

Seção

Artigos