Gênero da família das estórias no contexto escolar urbano e rural: estágios e escolhas linguísticas

Maria do Rosário da Silva Barbosa

Resumo


Este estudo dedica-se a discutir a construção de gêneros da família das estórias produzidas por escolares sob a ótica da Linguística Sistêmico- Funcional, inspirados em estudos de Halliday e Matthiessen (2004), Chirstie (2005), Martin e Rose (2008) e Rose e Martin (2012). Mais especificamente, objetiva analisar o Relato e a Narrativa no intuito de compreender a organização desses gêneros em etapas e sua relação com as escolhas linguísticas. O foco de análise encontra-se nas etapas de Relatos e Narrativas, articuladas a critérios formais e funcionais. Os critérios formais dizem algo sobre recursos linguísticos utilizados no gênero e os funcionais revelam como os usuários se apropriam de recursos linguísticos e alcançam o propósito global do texto. Nessa perspectiva, o gênero de um texto é identificado como a sequência de etapas ou passos funcionais distintos por meio dos quais o texto se desenvolve. Os resultados demonstram que as etapas de gêneros da família das estórias variam de acordo com o propósito e o contexto de cultura do aprendiz e influenciam nas escolhas linguísticas - lexicais e gramaticais.


Palavras-chave


Gêneros da família estória; Organização em etapas; Escolhas linguísticas

Texto completo:

PDF


Revista Delta-Documentação e Estudos em Linguística Teórica e Aplicada ISSN 1678-460X