Retomando a Interrupção...

Maria Cecília Pérez de Souza e Silva, Mercedes Fátima de Canha Crescitelli

Resumo


Este trabalho é uma continuação de outros estudos sobre interrupção que vêm sendo desenvolvidos desde 1995 pelo grupo "Organização textual interativa" no âmbito do Projeto da Gramática do Português Falado. Nosso objetivo é explicitar o estatuto da interrupção: trata-se de um mecanismo de construção do texto falado ou, apenas, de um índice de ocorrência de alguns desses mecanismos (correção, paráfrase, repetição, parênteses)? Para responder a essa questão, analisamos seis inquéritos de natureza diferente (elocuções formais - EFs - , entrevistas - DIDs - e diálogos entre dois informantes - D2s), extraídos do Projeto NURC/SP, NURC/RJ e NURC/Recife. Do ponto de vista teórico, recorremos às pesquisas desenvolvidas pelo grupo acima mencionado, cujos artigos foram publicados na coleção: Gramática do Português Falado ( volumes IV, V e VI )

Palavras-chave


interrupção, fluência, linguagem falada, texto conversacional, interação

Texto completo:

PDF


Revista Delta-Documentação e Estudos em Linguística Teórica e Aplicada ISSN 1678-460X