A concordância nominal no português do Brasil à luz da teoria de princípios-e-parâmetros e da sociolingüística variacionista

Autores

  • Lucia Lobato Universidade de Brasília

Resumo

Este artigo tenta relacionar o trabalho sociolinguístico de Scherre (1988, in Press) sobre a variação no uso de marcadores plurais dentro de expressões nominais no português do Brasil com um trabalho de princípios e parâmetros sobre acordo nominal.

Downloads

Publicado

2019-10-10

Edição

Seção

Artigos