Pesquisa interpretativista em lingüística aplicada: a linguagem como condição e solução

Autores

  • Luiz Paulo da Moita Lopes Universidade Federal do Rio de Janeiro

Resumo

Neste artigo, discutimos a tradição interpretativista da pesquisa em Linguística Aplicada. Isso é feito através da comparação entre os modos de pesquisa positivista e interpretativista, com base em seus princípios ontológicos, epistemológicos e metodológicos. Argumenta-se que, uma vez que a linguagem condiciona a realidade social - isto é, os homens a constroem através do uso da linguagem - e oferece os meios para sua compreensão, a tradição interpretativista parece ser mais adequada ao tipo de dados com o qual se confronta ao fazer pesquisas em Applied Linguística. A tradição interpretativista é exemplificada através da discussão de dois tipos de paradigmas de pesquisa: os paradigmas etnográficos e os introspectivos.

Downloads

Publicado

2019-10-14

Edição

Seção

Artigos