Sobre a natureza fonética do acento em português

Autores

  • Gladis Massini-Cagliari Universidade Estadual de Campinas

Resumo

Este é um estudo baseado em análise especográfica para detectar e controlar várias variáveis em sílabas estressadas e não estressadas. As variáveis consideradas foram o número de sílabas e a posição do estresse nas palavras, o lugar da palavra no enunciado, a velocidade da fala, bem como fatores intrínsecos e co-intrínsecos no nível do segmento. Verificou-se ser possível estabelecer uma estreita relação entre duração e outros parâmetros acústicos, como intensidade e qualidade da vogal, especificando de maneira mais adequada e completa a caracterização fonética do estresse por palavras em português. A relevância da entonação (variação da frequência fundamental) também foi investigada e seu papel na caracterização do estresse sentenciado.

Downloads

Publicado

2019-10-18

Edição

Seção

Artigos