Avaliação de um programa de capacitação em fonoaudiologia para agentes comunitários de saúde na Amazônia brasileira

Autores

  • Aline M. Arakawa Doutorando(a) em Odontologia em Saúde Coletiva pelo Departamento de Odontopediatria, Ortodontia e Saúde Coletiva. Faculdade de Odontologia de Bauru. Universidade de São Paulo
  • Érica I. Sitta Mestre em Odontologia em Saúde Coletiva pelo Departamento de Odontopediatria, Ortodontia e Saúde Coletiva. Faculdade de Odontologia de Bauru. Universidade de São Paulo
  • Adelson F. Maia Junior Doutorando(a) em Odontologia em Saúde Coletiva pelo Departamento de Odontopediatria, Ortodontia e Saúde Coletiva. Faculdade de Odontologia de Bauru. Universidade de São Paulo
  • Natália G. Carleto Doutorando(a) em Odontologia em Saúde Coletiva pelo Departamento de Odontopediatria, Ortodontia e Saúde Coletiva. Faculdade de Odontologia de Bauru. Universidade de São Paulo
  • Cristina E. Santo Mestranda em Odontologia em Saúde Coletiva pelo Departamento de Odontopediatria, Ortodontia e Saúde Coletiva. Faculdade de Odontologia de Bauru. Universidade de São Paulo
  • Roosevelt S. Bastos Professor Doutor do Departamento de Odontopediatria, Ortodontia e Saúde Coletiva. Faculdade de Odontologia de Bauru. Universidade de São Paulo
  • José R. M. Bastos Professor Titular do Departamento de Odontopediatria, Ortodontia e Saúde Coletiva, Faculdade de Odontologia de Bauru, Universidade de São Paulo
  • Magali L. Caldana Professora Associada do Departamento de Fonoaudiologia. Faculdade de Odontologia de Bauru. Universidade de São Paulo

Palavras-chave:

idoso, educação em saúde, fonoaudiologia, promoção da saúde

Resumo

Introdução: O agente comunitário de saúde (ACS) tem um papel fundamental no trabalho com a comunidade e na implementação do sistema de saúde brasileiro vigente devido ao seu contato direto com a população. Essa população sofre a transição demográfica e epidemiológica tendo um quadro crescente de número de pessoas idosas, e assim, as alterações inerentes ao envelhecimento. Objetivo: Avaliar um programa de capacitação para os ACS do município de Monte Negro, Estado de Rondônia, quanto aos seus conhecimentos sobre o processo de envelhecimento e suas patologias relacionadas à área da Fonoaudiologia. Métodos: Trata-se de um estudo transversal, cuja amostra foi composta por 29 ACS, sendo estes solicitados a preencher um questionário socioeconômico validado e outro sobre conhecimentos relacionados à Fonoaudiologia e ao processo de envelhecimento, em um momento pré, e outro pós realização do curso de capacitação. Resultados: Pode-se observar que a análise socioeconômica mostrou que 90% da amostra encontra-se na classe baixa superior, 79% reside na área rural e 45% possui ensino médio completo. Ao se comparar os dados das coletas realizada pré e pós-programa de capacitação, apenas uma área da Fonoaudiologia sofreu diminuição de acertos (Motricidade Orofacial), sendo que as demais apresentaram aumento na quantidade de acertos, havendo diferença estatisticamente significativa em duas áreas (Audiologia; Fala e Linguagem). Conclusão: O curso de capacitação atingiu seus objetivos ao fornecer subsídios para formar recursos humanos e transmitindo conhecimentos aos ACS para que possam atuar junto à comunidade, proporcionando melhoras em sua qualidade de vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-08-27

Edição

Seção

Artigos