Efeitos da Atividade Assistida por Animais nas condutas comunicativas de idosos: abordagem fonoaudiológica

Autores

  • Glícia Ribeiro de Oliveira PUC SP
  • Maria Claudia Cunha PUC SP

DOI:

https://doi.org/10.23925/2176-2724.2017v29i4p644-653

Palavras-chave:

Fonoaudiologia, Terapia Assistida por Animais, Cães, Idoso, Comunicação

Resumo

Introdução: Nos dias atuais, estudos sobre o uso dos animais no tratamento com pessoas (Intervenções Assistidas por Animais, as IAAs) ressaltam efeitos benéficos, melhoria na promoção ou melhoria da saúde. Objetivo: Descrever os efeitos da Atividade Assistida por Animais (AAA) nas condutas comunicativas de idosos. Método: Pesquisa de natureza clínico-qualitativa, desenvolvida em uma clínica geriátrica, obedecendo aos critérios éticos para a realização de pesquisas com seres humanos. Casuística: nove idosos, de ambos os sexos, na faixa etária entre 61 e 92 anos, residentes em uma clínica, que demonstraram disposição/motivação mediante contato com o cão participante do estudo. Procedimento: foram seis sessões em grupo, de periodicidade mensal, com duração de 45 minutos, gravados em vídeo. O material foi transcrito ortograficamente destacando-se os elementos verbais e não verbais mais significantes da interação fonoaudiólogo-idosos-cão, privilegiando-se as condutas comunicativas. Foram registradas três sessões da pesquisadora ao grupo dos nove idosos sem a presença do cão, para efeito comparativo. Resultados: A presença do cão foi um facilitador das interações e promoveu o estabelecimento/fortalecimento dos vínculos interpessoais quanto à ocorrência e a caracterização da atividade dialógica, ocorrência e caracterização de condutas não verbais e das condutas psicossociais dos idosos. Conclusão: A presença do cão configurou-se como recurso potente, cuja efetividade foi revelada pela evolução significativa do desempenho comunicativo dos sujeitos estudados. Esta pesquisa pretendeu contribuir com a busca de evidências científicas sobre o tema, especificamente na Fonoaudiologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Glícia Ribeiro de Oliveira, PUC SP

Graduada em Fonoaudiologia, mestre em Fonoaudiologia e doutoranda em Fonoaudiologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Maria Claudia Cunha, PUC SP

Graduada em Fonoaudiologia, mestre em Distúrbios da Comunicação e doutora em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo . Professora titular do Departamento de Clínica Fonoaudiológica da Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde da PUCSP. Tem experiência profissional na área de diagnóstico/ terapia de transtornos da Linguagem e desenvolve pesquisas sobre o método clínico fonoaudiológico nas interfaces entre linguagem, corpo e psiquismo.

Publicado

2017-12-27

Edição

Seção

Artigos