Língua inglesa e internacionalização

uma análise bibliométrica no contexto acadêmico

Autores

  • Eliana Kobayashi Instituto Federal São Paulo - Universidade Federal de São Carlos
  • Roberto Higashi Universidade Guarulhos

DOI:

https://doi.org/10.23925/2237.759X.2022V51.e57703

Palavras-chave:

internacionalização, língua inglesa, bibliometria

Resumo

O objetivo deste trabalho é fazer uma análise bibliométrica para investigar a relação entre internacionalização e língua inglesa no contexto acadêmico. Por meio das palavras de busca English language, internationalization, education, higher education e EMI, colocadas no banco de dados Web of Science, foram levantadas publicações, países de origem, parcerias e áreas de conhecimento de janeiro de 2000 a dezembro de 2020. Os resultados apontam que o Brasil está entre os dez países que mais publicam, mas apresenta uma carência no desenvolvimento de pesquisas com autores de outros países, diferentemente dos asiáticos, europeus e dos Estados Unidos.

Biografia do Autor

Eliana Kobayashi, Instituto Federal São Paulo - Universidade Federal de São Carlos

Mestre e doutora em Linguística Aplicada

Docente de línguas do Instituto Federal São Paulo

Roberto Higashi, Universidade Guarulhos

Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Administração - Universidade Federal do Espírito Santo /  UFES

Referências

ALMEIDA FILHO, J. C. P. de. Ontem e hoje no ensino de línguas no Brasil. In: STEVENS, C. M. T.; CUNHA, M. J. C. (ed.). Caminhos e Colheitas: ensino e pesquisa na área de inglês no Brasil. Brasília: EdUnB, 2003. p. 280.

AMMON, U. The Dominance of English as a Language of Science. Berlin: DE GRUYTER MOUTON, 2001.

ARIA, M.; CUCCURULLO, C. bibliometrix: An R-tool for comprehensive science mapping analysis. Journal of Informetrics, v. 11, n. 4, p. 959–975, nov. 2017. Disponível em: <https://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/S1751157717300500>.

BABBIE, E. The Practice of Social Research. 12. ed. Londres: Cengage Learning, 2010.

BAENA-PEDROZA, A. M. et al. Bibliometric study of volatile compounds in commercial fruits of the Solanaceae family. Brazilian Journal of Food Technology, v. 24, p. 1–11, 2021.

BROWN, H. Contextual factors driving the growth of undergraduate English- medium instruction programmes at universities in Japan. The Asian Journal of Applied Linguistics, v. 1, n. 1, p. 50–63, 2014. Disponível em: <http://caes.hku.hk/ajal>. Acesso em: 24 maio. 2021.

CAPES. A internacionalização na Universidade Brasileira: resultados do questionário aplicado pela Capes. [s.l: s.n.]. Disponível em: <https://www.gov.br/capes/pt-br/centrais-de-conteudo/a-internacionalizacao-nas-ies-brasileiras-pdf>.

CONTI, B. R.; ELICHER, M. J.; LAVANDOSKI, J. Revisão sistemática da literatura sobre Turismo Científico. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo, v. 15, n. 2, p. 1981, 15 mar. 2021. Disponível em: <https://www.rbtur.org.br/rbtur/article/view/1981>. Acesso em: 26 maio. 2021.

CRYSTAL, D. Language and the Internet. Cambridge: Cambridge University Press, 2006.

DOIZ, A.; LASAGABASTER, D.; SIERRA, J. M. Internationalization, multilingualism and English-medium instruction. World Englishes, v. 30, n. 3, p. 345–359, set. 2011. Disponível em: <http://doi.wiley.com/10.1111/j.1467-971X.2011.01718.x>. Acesso em: 24 maio. 2021.

FINARDI, K. R.; FRANÇA, C. O inglês na internacionalização da produção científica brasileira: evidências da subárea de Linguagem e Linguística. Intersecções, v. 9, n. 2, p. 234–250, 2016. Disponível em: <https://revistas.anchieta.br/index.php/RevistaInterseccoes/article/view/1284/1167>. Acesso em: 25 maio. 2021.

FONSECA, E. N. da. Bibliografia Estatística e Bibliometria: Uma Reivindicação de Prioridades. Ciência da Informação, v. 2, n. 1, p. 5–7, 1973.

GRADDOL, D. The future of Englishes. Londres: The British Council, 2000.

IANNI, O. A Sociedade Global. 13. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008.

IM, J.-H.; KIM, J. Use of Blended Learning for Effective Implementation of English-Medium Instruction in a Non-English Higher Education Context. International Education Studies, v. 8, n. 11, p. 1, 2015.

KAMWANGAMALU, N. M. Effects of policy on English-medium instruction in Africa. World Englishes, v. 32, n. 3, p. 325–337, 2013.

KNIGHT, J.; DE WIT, H. Internationalization of Higher Education: Past and Future. International Higher Education, n. 95, p. 2, 2018. Disponível em: <https://ejournals.bc.edu/index.php/ihe/article/view/10715>. Acesso em: 24 maio. 2021.

KOBAYASHI, E. Efeito retroativo de um exame de proficiência em língua inglesa em um núcleo de línguas do programa inglês sem fronteiras. 2016. Universidade de Campinas, 2016. Disponível em: <http://repositorio.unicamp.br/jspui/bitstream/REPOSIP/305689/1/Kobayashi_Eliana_D.pdf>.

LANKSHEAR, C. Language and the new capitalism. International Journal of Inclusive Education, v. 1, n. 4, p. 309–321, 1998.

NINOMIYA, A.; KNIGHT, J.; WATANABE, A. The past, present, and future of internationalization in Japan. Journal of Studies in International Education, v. 13, n. 2, p. 117–124, 2009.

PEREIRA, A., KOBAYASHI, E. Internationalization and English Language in a public institution. Independent Journal of Management and Production, v.12, n.9, 2020.

PACKE, A. L. SciELO Citation Index no Web of Science. Disponível em: <https://blog.scielo.org/blog/2014/02/28/scielo-citation-index- no-web-of-science/%0APosted>. Acesso em: 18 jun. 2020.

PHILLIPSON, R. English, a cuckoo in the European higher education nest of languages? European Journal of English Studies, v. 10, n. 1, p. 13–32, 2006.

SILVA, M. R. da; HAYASHI, C. R. M.; HAYASHI, M. C. P. I. Análise bibliométrica e cientométrica: desafios para especialistas que atuam no campo. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, v. 2, n. 1, p. 110–129, 15 jun. 2011. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/incid/article/view/42337>.

SOARES, P. B. et al. Análise bibliométrica da produção científica brasileira sobre Tecnologia de Construção e Edificações na base de dados Web of Science TT - Bibliometric analysis of the Brazilian scientific production on Building and Construction Technologies in the Web of. Ambiente Construído, v. 16, n. 1, p. 175–185, 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1678-86212016000100175&lang=pt>.

VINKE, A. A.; SNIPPE, J.; JOCHEMS, W. English‐medium Content Courses in Non‐English Higher Education: a study of lecturer experiences and teaching behaviours. Teaching in Higher Education, v. 3, n. 3, p. 383–394, 1998.

WÄCHTER, B.; MAIWORM, F. English-Taught Programmes in European Higher Education: the state of play in 2014. [s.l: s.n.]

WOS. Web of Science Platform - Web of Science Group. Disponível em: <https://clarivate.com/webofsciencegroup/%0Ahttps://clarivate.com/webofsciencegroup/solutions/webofscience-platform/>. Acesso em: 18 jun. 2020.

Downloads

Publicado

2022-09-05

Como Citar

Kobayashi, E., & Higashi, R. . (2022). Língua inglesa e internacionalização: uma análise bibliométrica no contexto acadêmico. Intercâmbio, 51, e57703. https://doi.org/10.23925/2237.759X.2022V51.e57703

Edição

Seção

Artigos