O DISCURSO PEDAGÓGICO DOS PROFESSORES E OS NÍVEIS DE LETRAMENTO DOS ACADÊMICOS: uma abordagem interdisciplinar.

VALDA INÊS FONTENELE PESSOA, ROSSILENE BRASIL MUNIZ

Resumo


O artigo é resultado de uma pesquisa recentemente concluída que trata dos níveis de letramento de alunos universitários e dos discursos pedagógicos de professores, proferidos na prática cotidiana do currículo em ação, de quatro cursos de licenciatura de uma universidade localizada no norte do Brasil. O objetivo é descrever e analisar o discurso pedagógico dos professores referenciados por uma linguagem científica, e as consequentes dificuldades de aprendizagem dos alunos que se encontram posicionados em diferentes níveis de letramento. É uma pesquisa qualitativa, que procurou compreender as intencionalidades e os significados presentes, de forma explícita ou não, nas manifestações dos alunos no ato das entrevistas e nos períodos de aulas.  Foram utilizadas entrevistas semiestruturadas gravadas em áudio e a gravação de aulas das pesquisadoras nesses cursos. Também foi realizada a análise temática de conteúdo - o que resultou em duas categorias: o discurso pedagógico dos professores e níveis de letramento dos professores universitários. Procuramos visualizar o que era textualmente dito pelos sujeitos, articulando-o ao contexto da enunciação, do histórico escolar e de suas vidas.  A análise dos dados da pesquisa teve como apoio Ivani Catarina Arantes Fazenda nos aspectos do discurso inserido em uma perspectiva interdisciplinar; Maria da Vitória Queiroz, Basil Bernstein e Magda Soares. Ficou evidenciado que quanto mais o emissor, no caso o professor, se mantiver em postura pouco dialogada ou no discurso autoritário ou ainda no discurso classificado e enquadrado, determinando ‘o que’ o ‘como’ e as regras criteriais para a relação comunicativa, as chances de melhoria dos níveis de letramento ficam mais precárias e as aprendizagens dos alunos com diferenças sociolinguísticas e culturais, em salas de aula, menos efetivas.

 

 

 

 


Palavras-chave


discurso pedagógico, letramento, nível universitário.

Texto completo:

PDF

Referências


BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1995.

BERNSTEIN, B. A estrutura do discurso pedagógico: classes, códigos e controle. Petrópolis: Vozes, 1996.

______. Pedagogía, control simbólico e identidad: teoria, investigación y crítica. Madrid: Morata, 1998.

DAMASCENO, Ednacelí Abreu. O trabalho docente no movimento de reformas educacionais no Estado do Acre. Tese de Doutorado. Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2010.

FAZENDA, Ivani Catarina Arantes. Interdisciplinaridade: qual o sentido? São Paulo: Paulus, 2006.

______. O que é interdisciplinaridade? São Paulo: Cortez, 2008.

FREITAS, L. C. Os reformadores empresariais da educação: a consolidação do neotecnicismo no Brasil. Texto apresentado ao 10º Encontro de pesquisa em educação da região sudeste. Rio de Janeiro, julho 2011. Disponível em: http://www.sindicatoapase.org.br/Sessão/2011/072011/TextoSess%C3%A3o%20de%20Estudos%2029_07.pdf. Acesso em: 19 jun. 2013.

LEITE, Miriam Soares. Recontextualização e transposição didática: introdução à leitura de Basil Bernstein e Yves Chevallard. Araraquara-SP: Junqueira & Marin, 2007.

MUNIZ, Rossilene Brasil. Os vários agentes na passagem do letramento existente ao letramento desejado: o caso dos cursos de letras da Universidade Federal do Acre. Tese de Doutorado – Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Porto-Portugal, 2013.

QUEIROZ, Maria da Vitória P. U. O discurso pedagógico dos professores de Pedagogia da UEPB. 1994. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Campinas, 1994.

SALVADOR, Cristina Maria. Ambiguidade. In: FAZENDA, Ivani Catarina Arantes (Org.). Dicionário em construção: interdisciplinaridade. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

SANTOS, L. L. de C. P. Formação de professores na cultura do desempenho. Educação e sociedade. Campinas, v. 25, n. 89, 2004.

SOARES, M. Letramento: um tema em três gêneros. 2ª ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2001.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Interdisciplinaridade. Revista do Grupo de Estudos e Pesquisa em Interdisciplinaridade. ISSN 2179-0094.

ISSN 2179-0094

Interdisciplinaridade está indexada em:

Indexadores e Bases de Dados:

    

Bibliotecas:

BASARAB - http://basarab.nicolescu.perso.sfr.fr/ciret/indexen.html

CETRANS - http://www.cetrans.com.br/

FAE - http://www2.fae.edu/curitiba/

PLANETA EDUCAÇÃO - http://www.planetaeducacao.com.br/portal/index.asp

UFMS - http://www-nt.ufms.br/

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA - http://www.unb.br/

ÉVORA - http://www.uevora.pt/

INST. LUSO BRAS. DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS - http://www.eventos.uevora.pt/ilb/apres.htm

SATURNINO DE LA TORRE http://www.facebook.com/people/Saturnino-de-la-Torre/100001004364389

SHERBROOKE - http://www.usherbrooke.ca/

TOULOUSE - http://www.univ-tlse1.fr/

UNIVERSITÉ FRANÇOIS RABELAIS - http://www.univ-tours.fr/

UBIRATAN LAMBROSIO http://vello.sites.uol.com.br/ubi.htm

 

A Revista Interdisciplinaridade e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/interdisciplinaridade. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/interdisciplinaridade.