Gênero e Envelhecimento: reflexões sobre o corpo que envelheceu

Autores

  • Silvana Maria Bitencourt Departamento de Sociologia e Ciência Política da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), Campus Cuiabá (MT).

DOI:

https://doi.org/10.23925/2176-901X.2015v18i2p443-458

Palavras-chave:

Envelhecimento, Corpo, Gênero.

Resumo

O trabalho visa a identificar as experiências de homens e mulheres vivenciadas a partir do envelhecimento do corpo. A metodologia utilizada consistiu em entrevistas semiestruturadas em profundidade, com idosos/as entre a faixa etária de 65 e 77 anos, na cidade de Cuiabá (MT), Brasil. Conforme os resultados constatou-se que as experiências vivenciadas pelos homens durante a juventude estiveram vinculadas a um corpo construído por atributos de masculinidade como: força, virilidade e trabalho; as mulheres, por sua vez, recordavam-se de um corpo que “pesava menos” e que, posteriormente, foi modificado por meio da experiência da maternidade biológica e social. Nesse sentido, homens e mulheres mostraram-se significativamente influenciados por representações tradicionais de gênero. Representações estas que colaboram para que as técnicas apreendidas/incorporadas durante o processo de envelhecimento dialoguem com a representação de gênero que tiveram durante seus processos de socialização.

Biografia do Autor

Silvana Maria Bitencourt, Departamento de Sociologia e Ciência Política da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), Campus Cuiabá (MT).

Professora Adjunta II do Departamento de Sociologia e Ciência Política da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), Campus Cuiabá. Socióloga, Doutorado e Mestrado em Sociologia Política pela Universidade Federal de Santa Catarina. Estágio doutoral no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (Portugal). Líder do grupo de pesquisa (CNPq) “Saúde do Corpo, Gênero e Gerações”. Pesquisadora do grupo de pesquisa “Pesquisa, Ensino e Extensão em Ciências Sociais” e da Rede Ibero-Americana Ciência, Gênero e Tecnologia. Coordenadora do Curso de Licenciatura em Ciências Sociais da UFMT entre maio de 2013 a maio de 2015.

Downloads

Publicado

2015-06-30

Edição

Seção

Artigos