A expressão plástica e a música erudita como recursos da animação sociocultural a idosos institucionalizados

Maria Helena Fernandes

Resumo


O artigo objetiva apresentar os resultados de um estudo exploratório-descritivo, sobre a importância da expressão plástica e da música erudita, práticas legitimadas neste estudo como de animação sociocultural a idosos, diagnosticados por seus cuidadores, como apresentando doenças crónico-degenerativas, ou distúrbios psiquiátricos. As duas manifestações artísticas funcionam como um expoente de liberdade e de reencontro de um idoso com as próprias emoções, e com as de outro idoso. Foi aplicado o método qualitativo, complementado pela observação-participante, tendo-se verificado que as duas expressões de arte, ao gerar dinâmicas potencializadoras à ressignificação do Eu do idoso, mostram-se uma via de combate às rotinas da velhice institucionalizada.

Palavras-chave: Idosos institucionalizados; Animação sociocultural; Expressão plástica e musical.


Palavras-chave


Idosos institucionalizados; Animação sociocultural; Expressão plástica e musical.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-901X.2016v19i4p173-203

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.