A análise e a caracterização de uma população de idosos com perda auditiva e queixa de tontura

Amanda Monteiro Magrini, Teresa Maria Momensohn-Santos

Resumo


O objetivo deste estudo foi analisar e caracterizar as relações clínicas e sociodemográficas de uma população de idosos com perda auditiva com referência de tontura. Estudo transversal de inquérito de 150 idosos com perda auditiva sem uso de amplificação sonora, no Sistema Único de Saúde. Responderam a um questionário sobre características sociodemográficas e clínicas, perguntas de autorreferência da audição e tontura, Escala de Depressão Geriátrica (GDS) e Escala de confiança no Equilíbrio Específico para Atividades (ABC). Foi possível verificar que há características específicas sobre tontura que influenciam na prevenção de quedas em idosos com perda auditiva.

 


Palavras-chave


Idoso; Perda auditiva; Tontura.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-901X.2019v22i1p353-365

Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.