Planejamento urbano e acessibilidade para o idoso na cidade de Ituiutaba, MG - algumas reflexões interdisciplinares

Autores

  • Geisa Candida da Silva Gonçalves Mestranda em Geografia, PPGEP/UFU. Especialista em Gestão Estratégica de Empresas: Auditoria e Controladoria, FEIT/UEMG. Graduada em Administração Pública, Universidade Federal de Uberlândia; e em Ciências Contábeis, Faculdade Triângulo Mineiro. Técnica Administrativa da Universidade Federal de Uberlândia. Coordenadora da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas do Campus Pontal.
  • Gerusa Gonçalves Moura Graduação em Geografia, Universidade Federal de Uberlândia. Mestrado e Doutorado em Geografia, Universidade Federal de Uberlândia. Atualmente é Professor Associado I, da Universidade Federal de Uberlândia. Orienta no Programa de Pós-Graduação Mestrado em Geografia, FACIP/Ituiutaba, e no Mestrado Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador, IG/Uberlândia.

DOI:

https://doi.org/10.23925/2176-901X.2018v21i4p457-480

Palavras-chave:

Planejamento urbano, Acessibilidade, Idoso.

Resumo

O planejamento urbano estabelece as condições espaciais em que se desenvolvem as relações indivíduo-espaço. Este estudo aborda questões relativas à acessibilidade de três espaços de convívio social de pessoas idosas, na cidade de Ituiutaba, estado de Minas Gerais, Brasil: “Praça Mário Natal Guimarães”, pista de caminhada na “Avenida José João Dib” e “Ituiutaba Clube Sociedade Recreativa e Esportiva”. As reflexões interdisciplinares aqui desenvolvidas demonstram que as condições estruturais, para acessibilidade e uso dos idosos, apresentam deficiências, quanto ao que prevê a NBR 9050, não oferecendo condições adequadas para o caminhar, prejudicando as relações espaciais e sociais dos idosos. Verificou-se a necessidade de fiscalização, readequação e manutenção estrutural.

 

Biografia do Autor

Geisa Candida da Silva Gonçalves, Mestranda em Geografia, PPGEP/UFU. Especialista em Gestão Estratégica de Empresas: Auditoria e Controladoria, FEIT/UEMG. Graduada em Administração Pública, Universidade Federal de Uberlândia; e em Ciências Contábeis, Faculdade Triângulo Mineiro. Técnica Administrativa da Universidade Federal de Uberlândia. Coordenadora da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas do Campus Pontal.

Mestranda em Geografia, PPGEP/UFU. Especialista em Gestão Estratégica de Empresas: Auditoria e Controladoria, FEIT/UEMG. Graduada em Administração Pública, Universidade Federal de Uberlândia; e em Ciências Contábeis, Faculdade Triângulo Mineiro. Técnica Administrativa da Universidade Federal de Uberlândia. Coordenadora da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas do Campus Pontal.

 

Gerusa Gonçalves Moura, Graduação em Geografia, Universidade Federal de Uberlândia. Mestrado e Doutorado em Geografia, Universidade Federal de Uberlândia. Atualmente é Professor Associado I, da Universidade Federal de Uberlândia. Orienta no Programa de Pós-Graduação Mestrado em Geografia, FACIP/Ituiutaba, e no Mestrado Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador, IG/Uberlândia.

Graduação em Geografia, Universidade Federal de Uberlândia.  Mestrado e Doutorado em Geografia, Universidade Federal de Uberlândia. Atualmente é Professor Associado I, da Universidade Federal de Uberlândia. Orienta no Programa de Pós-Graduação Mestrado em Geografia, FACIP/Ituiutaba, e no Mestrado Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador, IG/Uberlândia.

 

Downloads

Edição

Seção

Artigos