Viver próximo à saúde em Belo Horizonte

Autores

  • Renato Cesar Ferreira de Souza UFMG - Escola de Arquitetura
  • Veneza Berenice de Oliveira UFMG - Faculdade de Medicina
  • Doralice Barros Pereira UFMG - IGC
  • Heloisa Soares de Moura Costa UFMG - IGC
  • Waleska Teixeira Caiaffa UFMG - Faculdade de Medicina

Palavras-chave:

análise espacial, espaço urbano, saúde urbana, acesso aos serviços de saúde, sistema único de saúde

Resumo

A definição de unidades espaciais como locus preferencial na prestação do cuidado em saúde é desafiadora quando se buscam modelos assistenciais que reduzam as iniquidades de acesso aos serviços de saúde e os humanizem, integrando dados demográficos, socioeconômicos, culturais e ambientais, configurando localmente os determinantes sociais da saúde. Este estudo introduz uma análise da localização das Unidades Básicas de Saúde (UBS) nos distritos sanitários de Belo Horizonte, comparando as divisões administrativas adotadas com as obtidas pelo teste cartográfico de influência de acesso às UBS. Demonstra-se a potencialidade de investigações futuras sobre o território da cidade na busca de melhores localizações e acesso às UBS, acenando para o enriquecimento do debate sobre os rumos da saúde urbana no Brasil.

Biografia do Autor

Renato Cesar Ferreira de Souza, UFMG - Escola de Arquitetura

Mestre em Teoria e Prática do Projeto de Arquitetura e Urbanismo pela EAUFMG, Post-graduate Certificate in Higher Education pela The Sheffield University, UK;Ph.D. em Arquitetura pela The Sheffield University, UK, Professor do Departamento de projetos da Escola de Arquitetura da UFMG e do núcleo de Pós-Graduação em Arquitetura, Urbanismo. Coordenador do grupo de pesquisa em Computação Ambiental em Arquitetura e Urbanismo.

Veneza Berenice de Oliveira, UFMG - Faculdade de Medicina


Graduada em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), mestre em Demografia e doutora em Saúde Pública pela UFMG. Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal de Minas Gerais. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Saúde Pública, atuando principalmente nos seguintes temas: internações por condições sensíveis à atenção primária, saúde da família, fecundidade e sistema de informação em saúde.

Doralice Barros Pereira, UFMG - IGC

Professora do Departamento de Geografia e da Pós-Graduação em Geografia na Universidade Federal de Minas Gerais. Doutora em Geografia pela Universidade de Montreal, Canadá; mestre em Geografia pela UFMG e pesquisadora do Grupo de Estudos Urbanos.

Heloisa Soares de Moura Costa, UFMG - IGC

Professora do Departamento de Geografia, Universidade Federal de Minas Gerais áreas planejamento urbano, geografia urbana, ecologia política

Waleska Teixeira Caiaffa, UFMG - Faculdade de Medicina

Graduada em medicina. Mestre em Saúde Pública, saúde internacional e epidemiologia pela Johns Hopkins University (JHU). Doutora em Parasitologia, área de concentração epidemiologia, pela UFMG. Pós-doutorado em epidemiologia na JHU. Professora titular de epidemiologia e saúde pública da UFMG e pesquisadora 1B do CNPq. Atua principalmente nos temas: saúde urbana; uso de drogas e suas consequências em relação às infecções como Hepatites B, C e HIV/Aids; doenças transmissíveis e não transmissíveis; qualidade de vida e epidemiologia da nutrição.

Downloads

Publicado

2016-06-17