Crise pós-2008 nas cidades portuguesas da NUT III Oeste: desemprego e exclusão social

Autores

  • Carlos Gonçalves Instituto de Geografia e Ordenamento do Território, Centro de Estudos Geográficos, Universidade de Lisboa http://orcid.org/0000-0002-8571-1287

Palavras-chave:

crise pós-2008, mercado de trabalho, desemprego, rendimento familiar, exclusão social

Resumo

Neste artigo, avaliam-se os impactos da crise pós-2008 no desemprego, na acessibilidade a fontes de rendimento e a bens essenciais e nas situações de pobreza e de exclusão vivenciadas pelas famílias residentes nas cidades da NUT III Oeste (Alcobaça, Caldas da Rainha, Peniche e Torres Vedras). Os resultados obtidos baseiam-se em trabalho de campo (inquiriram-se 387 famílias, recolhendo-se informação referente a 1.028 indivíduos), realizado entre os dias 4 de abril e 6 de maio de 2014. O quadro geral de resultados a que chegamos quantifica e qualifica a degradação do acesso ao emprego e, por conseguinte, a fontes de rendimentos por parte das famílias, expondo múltiplas dimensões da exclusão social que essas comunidades conheceram no decurso dos 6 anos analisados.

Biografia do Autor

Carlos Gonçalves, Instituto de Geografia e Ordenamento do Território, Centro de Estudos Geográficos, Universidade de Lisboa

Investigador Pós-Doc. do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território, Investigador Efetivo do Centro de Estudos Geográficos, Universidade de Lisboa.

Doutorado em Geografia - Planeamento Regional e Urbano pela Universidade de Lisboa (2014). Mestre em Geografia - Urbanização e Ordenamento do Território pela Universidade de Lisboa (2009). Licenciado em Geografia - Planeamento e Gestão do Território pela Universidade de Lisboa (2005). 

Downloads

Publicado

2017-04-07