Da “cidade integrada” à “favela como oportunidade”: empreendedorismo, política e “pacificação” no Rio de Janeiro

Autores

  • Lia de Mattos Rocha Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ
  • Monique Batista Carvalho Pesquisadora Associada ao Cidades - Núcleo de Pesquisa Urbana/PPCIS-Uerj

Palavras-chave:

favelas, pacificação, empreendedorismo, Rio de Janeiro, militarização

Resumo

A intervenção federal na área da segurança pública no estado do Rio de Janeiro, iniciada em fevereiro de 2018, e o anúncio da extinção de parte do Programa de Polícia Pacificadora levantaram a questão sobre o que muda e o que permanece no cenário das favelas cariocas após dez anos de “pacificação”. Este artigo procura responder a tal indagação, jogando luz sobre uma dimensão desse processo: a produção de uma nova sociabilidade nesses territórios, onde o empreendedorismo se apresentou como elemento fundamental. A partir de etnografia realizada em favelas com UPP e do acompanhamento de projetos públicos e privados executados à época, analisamos o impacto dessa produção sobre o tecido associativo dessas localidades.

Biografia do Autor

Lia de Mattos Rocha, Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ

Departamento de Sociologia

Monique Batista Carvalho, Pesquisadora Associada ao Cidades - Núcleo de Pesquisa Urbana/PPCIS-Uerj

Pesquisadora associada ao Cidades - Núcleo de Pesquisa Urbana/PPCIS-Uerj

Downloads

Publicado

2018-12-19