Debate sobre a teoria da renda da terra no contexto agrícola, urbano e atual no Brasil

Edmar Augusto Santos de Araujo Júnior

Resumo


Este artigo apresenta o debate sobre a teoria da renda da terra, partindo do caso agrícola, passando pela teoria da renda do solo urbano, abordando suas modalidades e magnitudes à luz da teoria do valor. A renda capitalizada no preço do solo condensa um fundo de valor social cuja magnitude se expressa em função de variáveis macroeconômicas pela sua capacidade de interferir direta ou indiretamente nos salários e lucros. Essa abordagem teórica permite concluir sobre os efeitos econômicos do projeto de lei, em tramitação, que permite a aquisição das terras municipais pelo capital estrangeiro no Brasil.

Palavras-chave


teoria do valor; propriedade privada da terra; renda da terra agrícola; renda do solo urbano; capital estrangeiro

Texto completo:

PDF SciELO


DOI: https://doi.org/10.1590/2236-9996.2020-4903

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Apoio: