Regimes urbanos: perspectiva comparada entre operações urbanas consorciadas

Mônica de Carvalho

Resumo


Este artigo tem por objetivo a análise comparativa dos marcos legais das operações urbanas consorciadas dos municípios de Osasco e São Bernardo do Campo, ambos localizados na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), tendo por referência a perspectiva dos regimes urbanos. Pretendemos demonstrar que a escala geográfica promovida pela operação urbana consorciada é indicativa da maneira como se processa a relação entre o poder público e o setor privado, seja em direção à maior regulação da produção do espaço urbano, seja em direção à sua maior flexibilização.


Palavras-chave


operação urbana consorciada; regimes urbanos; políticas públicas urbanas

Texto completo:

PDF SciELO


DOI: https://doi.org/10.1590/2236-9996.2020-4915

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Apoio: