Em torno da questão da “Conexão Eleitoral”: geografia do voto e produção legislativa de deputados estaduais votados na Região Metropolitana de Belo Horizonte

Carlos Vasconcelos Rocha

Resumo


O trabalho tece reflexões sobre a geografia do voto das eleições de 2006 para deputados estaduais, em Minas Gerais, considerando o perfil da representação dos municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte. A hipótese considerada é que as Regiões Metropolitanas seriam sub-representadas nos Legislativos, dado o seu alto grau de competição eleitoral, em relação ao restante dos municípios. As estratégias eleitorais dos candidatos privilegiariam a atuação nos municípios não metropolitanos, que ofereceriam maiores chances de maximização de votos. São utilizadas informações georreferenciadas ao nível dos locais de votação. Definidos os padrões de votação, os mesmos são relacionados com a as características da trajetória de carreira e a produção legislativa dos deputados, visando testar algumas hipóteses, especialmente da conexão eleitoral.


Palavras-chave


política subnacional; democracia representativa; gestão metropolitana; geografia do voto; conexão eleitoral

Texto completo:

PDF SCIELO


DOI: https://doi.org/10.1590/2236-9996.2021-5106

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Apoio: