População de rua e cidade: uma análise da ressignificação dos espaços urbanos

Autores

  • Lucas Eduardo Lima Dantas Universidade Federal Fluminense, Instituto de Ciências Humanas e Filosofia, Programa de Pós-Graduação em Antropologia. Niterói, RJ/Brasil. https://orcid.org/0000-0001-8491-9660

DOI:

https://doi.org/10.1590/2236-9996.2021-5109

Palavras-chave:

população de rua, cotidiano, cidade, urbanidades, imaginário

Resumo

As investigações propostas neste artigo pretendem refletir acerca da relação entre a População em Situação de Rua (PSR) e o espaço urbano, levando em consideração as significações e os conflitos produzidos sobre o tecido urbano por esse grupo. Buscar-se-á, portanto, entender a maneira como o indivíduo se relaciona com o espaço através da sua caminhada e das novas significações que produz sobre o ambiente que ocupa. Para entender tal lógica, recorre-se a uma discussão histórica para entendermos o modelo urbano da cidade atual, desde sua disposição espacial ao surgimento de seus problemas sociais.

Biografia do Autor

Lucas Eduardo Lima Dantas, Universidade Federal Fluminense, Instituto de Ciências Humanas e Filosofia, Programa de Pós-Graduação em Antropologia. Niterói, RJ/Brasil.

Pesquisador do Laboratório de Pesquisas Aplicadas do Programa de Pós em Mídia e Cotidiano – LAPA, Mestre em Mídia e Cotidiano pela Universidade Federal Fluminense – PPGMC UFF. E-mail: lucaseduardodantas@gmail.com.

Publicado

2021-05-20

Edição

Seção

Artigos Complementares