Das diferenças de escala à escalada das diferenças

Letícia Peret Antunes Hardt, Carlos Hardt, Marlos Hardt

Resumo


As migrações têm desempenhado papel fundamental na configuração da estrutura dos municípios brasileiros. Esse fenômeno tem ocorrido segundo escalas variadas de causas e efeitos, que têm, nas regiões metropolitanas, e em particular na Região Metropolitana de Curitiba, resultado em consequências marcantes, notadamente em relação às diferenças na concentração simultânea de riqueza e pobreza, assim como na convivência de múltiplas características e funções. O objetivo principal deste estudo consiste em sistematizar refl exões a respeito desse fenômeno a partir de três escalas de abordagem – nacional, estadual e metropolitana –, em que, respectivamente, expansão, transformação e segregação formam uma tríade de características que permitem concluir pela relevância da assunção de políticas públicas que deem respostas à escalada de diferenças que atingem as realidades locais.

Palavras-chave


expansão nacional; transformação estadual; segregação regional; Região Metropolitana de Curitiba

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Apoio: