Distrito Federal e Brasília: dinâmica urbana, violência e heterogeneidade social

Brasilmar Ferreira Nunes, Arthur Costa

Resumo


O presente texto discute a lógica de urbanização em curso no Distrito Federal (Brasília) a partir de dados de renda e população. Mostra como essas duas variáveis refletem a dualidade do processo de ocupação do espaço do Distrito Federal (Plano Piloto e cidades satélites). De um lado, a urbanização do Plano Piloto é planejada pelas agências responsáveis, tanto do Governo Distrital como Federal. Como resultado, constitui-se numa área homogênea do ponto de vista social onde está localizada a burocracia estatal e que detém padrões urbanísticos de primeira qualidade. De outro lado, observam-se as cidades satélites, onde impera a anarquia do mercado. Entre as regras restritas de uso do espaço e as lógicas “espontâneas” de sua ocupação estaria a origem do recrudescimento da violência urbana no Distrito Federal.

Palavras-chave


Brasília; heterogeneidade social; migrações; planejamento urbano; urbanismo; violência urbana.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/8762

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio: