O espaço social das grandes metrópoles brasileiras: Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte

Autores

  • Luiz César de Queiroz Ribeiro
  • Luciana Corrêa do Lago

Resumo

Neste trabalho buscamos avaliar os princípios segundo os quais se organiza o espaço social das metrópoles do Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte,1 adotandose a noção de espaço social como um conjunto de relações que defi nem posições e condicionam os atributos dos indivíduos por elas distribuídos. 2 As variáveis relativas à natureza e posição na ocupação no trabalho e aos setores econômicos nos quais são exercidas são utilizadas, em um primeiro momento, para defi nir conceitualmente as categorias socioocupacionais que conformam a estrutura social, a partir das relações que defi nem posições no mercado de trabalho e na estrutura produtiva destas três metrópoles. Analisamos a composição da estrutura social do conjunto dessas metrópoles e suas diferenças utilizando os dados de censo de 1991. Em seguida, buscamos avaliar como esta hierarquia social corresponde à distribuição desigual dos dois atributos sociais fundamentais na sociedade capitalista contemporânea, que determinam as chances de inserção dos indivíduos na hierarquia social: o capital econômico (renda) e o capital escolar (educação).

Downloads

Edição

Seção

Artigos