MOBILIZAÇÃO SOCIAL E COPRODUÇÃO DO CONTROLE: O QUE SINALIZAM OS PROCESSOS DE CONSTRUÇÃO DA LEI DA FICHA LIMPA E DA REDE OBSERVATÓRIO SOCIAL DO BRASIL DE CONTROLE SOCIAL

Guilherme Augusto Doin, Jeferson Dahmer, Paula Chies Schommer, Enio Luiz Spaniol

Resumo


A coprodução do controle pode ser considerada como um bem público essencial à accountability democrática ao envolver diversos atores e instâncias da sociedade em seu processo de construção, permitindo que mecanismos formais e informais de controle articulem-se sistemicamente na produção de informações, na pressão sob os governos e no combate à corrupção, superando a tradicional visão dicotômica da relação accountability vertical versus horizontal. Sob esta lógica, procura-se trazer à discussão duas práticas recentes, vivenciadas no contexto brasileiro, para exemplificar esta constatação: (i) a mobilização em torno da proposta e aprovação da Lei da Ficha Limpa, e (ii) a atuação dos observatórios sociais no combate à corrupção e fortalecimento da cidadania fiscal, destacando possibilidades e limitações da coprodução do controle envolvidos nestas iniciativas.

Palavras-chave


coprodução do bem público; controle social; accountability; Lei da Ficha Limpa; observatórios sociais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Pensamento & Realidade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

e-ISSN: 2237-4418
ISSN Impresso: 1415-5109

Indexado em: