Programa de GQT em Vendas de Bens de Consumo Não Duráveis: Estudo de Caso com Motivações, Método de Implementação e Resultados

RODRIGO GUIMARAES MOTTA, Leandro Pereira de Lacerda, Iara Cristina de Fatima Mola, Neusa Maria Bastos Fernandes dos Santos

Resumo


Apesar do consenso de que a gestão da qualidade total contribui na obtenção de melhores resultados, o que se verifica é que seus estudos se voltam à sua implementação ou em toda a organização ou na área de produção, sem se deter em programas de GQT desenvolvidos exclusivamente para outras áreas, como a de vendas. Diante disso, este artigo teve por objetivo compreender a implementação de um programa de GQT em vendas, dado ser esta uma área pressionada para viabilizar o crescimento de receita e rentabilidade. A pesquisa se orientou por um breve histórico da evolução da GQT, detendo-se na sua importância para a área de vendas e contando com uma empresa nacional para estudo de caso. Além da sua motivação, o estudo distinguiu o método de implementação do programa, avaliando os resultados obtidos no que se referiu a metas, processos-chave e percepção dos seus colaboradores. No caso, a principal motivação para a implementação do programa consistiu no aumento da rentabilidade, para o qual foram definidos oito processos-chave. Para a maioria dos colaboradores, esses processos foram impactados positivamente pelo programa, que contribuiu muito para a melhoria de cada um deles e que continuaria a contribuir pelos próximos anos.

Palavras-chave


Gestão da Qualidade Total. GQT. GQT em Vendas. Desempenho Organizacional. Alinhamento.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, C. et al. Trade marketing no setor de lojas de conveniência. RAE, São Paulo, v. 5, n. 6, p. 643-656, 2012.

BACHA, E. A crise fiscal e monetária brasileira. São Paulo: Civilização Brasileira, 2017.

BESTERFIELD, D. H. et al. Total quality management. Upper Saddle River (New Jersey): Pearson Education, 2003.

BOLLE, M. B. de. Como matar a borboleta azul. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2016.

CALLIARI, M.; MOTTA, A. G. Código Y – decifrando a geração que está mudando o Brasil. São Paulo: Évora, 2012.

COLTRO, A. A gestão da qualidade total e suas influências na competitividade empresarial. Caderno de pesquisas em administração, São Paulo, v. 1, n. 2, p. 106-107, 1º sem. 1996.

CORREA, C. O que importa é o resultado. Rio de Janeiro: Primeira Pessoa, 2017.

CRESWELL, J.W; PLANO CLARK, V. L. Pesquisa de métodos mistos. Tradução Magda França Lopes. 2. ed. Porto Alegre: Penso, 2013.

DEMING, W. E. Quality, productivity and competitive position. Cambridge (Massachusetts): Massachusetts Institute of Technology, 1982.

FALCONI, V. Qualidade total: padronização de empresas. Nova Lima: Falconi Editora, 2014a.

______. TQC: controle da qualidade total no estilo japonês. Nova Lima: Falconi Editora, 2014b.

FAYOL, H. Administração industrial e geral. São Paulo: Atlas, 1965.

GODOI, A.; LAS CASAS, A.; MOTTA, A. G. A utilização do Facebook como ferramenta de marketing para construir relacionamento com o consumidor – um estudo de fan pages no Brasil. Business and Management Review, London, v. 5 n. 1, p. 97-112, June 2015.

ISHIKAWA, K. What’s total quality control? The Japanese way. Englewood Cliffs (New Jersey): Prentice Hall, 1985.

JURAN, J. M. A history of managing for quality: the evolution, trends and future directions of managing for quality. Milwaukee: ASQC, 1995.

MAYO, E. The human problems of an industrial civilization. New York: MacMillan, 1933.

MOTTA, R. G.; CORÁ, M. A. J. Uma crítica ao discurso da gestão da qualidade total, a partir do pensamento de Maurício Tragtenberg. In: Encontro da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Administração (ENANPAD), 41., 2017, São Paulo. Anais... São Paulo: ANPAD, 2017. p. 1-15.

MOTTA, R. G.; LACERDA, L. P.; SANTOS, N. M. B. F. Estudo de caso com as motivações, o método de implementação e o impacto do programa de gestão da qualidade total em vendas em uma indústria brasileira de bens de consumo não duráveis. In: Revista Gestão e Planejamento, Salvador, v. 19, p. 208-226, jan./dez. 2018.

MOTTA, R. G.; SILVA, A. V. Aumento da competição no varejo e seu impacto na indústria. Revistas Gerenciais, São Paulo, v. 5, p. 101-1008, 2006.

PULIZZI, J. Epic content marketing – how to tell a different story, break through clutter, and win more customers by marketing less. New York: McGraw Hill, 2014.

SALTO, F.; ALMEIDA, M. Finanças públicas. Rio de Janeiro: Record, 2016.

SHEWHART, W. A. Economic control of quality of manufactured product. New York: D. Van Nostrand Company, Inc., 1931.

TAYLOR, F. W. Princípios da administração científica. São Paulo: Atlas, 1965.

YIN, R. K. Case study research: design and method. 4. ed. Thousand Oaks (California): Sage, 2010.




DOI: https://doi.org/10.23925/2237-4418.2020v35i2p59-72

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Pensamento & Realidade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

e-ISSN: 2237-4418
ISSN Impresso: 1415-5109

Indexado em: