Subjetividades de niños y niñas en el conflicto armado como construcción social

María Isabel Valencia Suescún

Resumo


O propósito desse artigo é apresentar os resultados preliminares de pesquisa sobre as formas por meio das quais meninos e meninas, em contextos de conflito armado, constroem múltiplas subjetividades, tendo por base a análise categorial de suas narrativas, obtidas em oficinas criativas e entrevistas semiestruturadas; tendo por base o enfoque social construtivista que assume a subjetividade como produto da interação dos seres humanos mediada pela linguagem. Meninos e meninas produziram narrativas sobre os efeitos do conflito armado em suas vidas. Narraram suas autopercepções expressas a partir da linguagem da carência, mas também na linguagem apreciativa das diversas dimensões de si mesmos, que são vislumbradas como opção para a ressignificação de suas experiências vitais.

Palavras-chave


infância; conflito armado; construtivismo social; subjetividades; narrativas criativas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1982-4807.2014i16p%25p

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Ponto-e-Vírgula está indexada em:

 

     

  

ISSN 1982-4807

A revista Ponto-e-Vírgula e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/pontoevirgula. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/pontoevirgula.