Uma análise da relação entre o dizer e o fazer do professor

Lucila Schieck Valente Ricci, Maria Eliza Mazzilli Pereira

Resumo


Este trabalho teve como objetivo estudar a correspondência entre o que o professor diz sobre sua atuação em sala de aula, em relação a certos comportamentos-problema dos alunos, e a sua real prática como profissional diante desses comportamentos, descrevendo as situações em que a correspondência não ocorreu e as situações em que houve correspondência. Foi aplicado a três professores de uma escola pública um questionário sobre como agiriam diante de diversas situações-problema apresentadas; em seguida, foram realizadas observações desses mesmos professores em suas salas de aula, com o objetivo de verificar como agiam diante de situações-problema iguais ou semelhantes às do questionário. Os resultados mostraram um pequeno número de ocorrências em que houve correspondência entre o comportamento verbal e o não-verbal dos professores. Esse número, no entanto, aumenta para mais da metade das ocorrências quando consideramos a possível funcionalidade das respostas, e não apenas a sua topografia. Vários fatores possivelmente responsáveis pelos casos de não-correspondência são apontados.

Palavras-chave


correspondência verbal – não verbal; relação dizer-fazer; comportamento verbal; análise do comportamento

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.