Análise do Investimento em Empresas Brasileiras por Meio do q de Tobin

Vanessa Rabelo Dutra, Paulo Sergio Ceretta, Lúcio Dalcin, Fernanda Alves Lamberti

Resumo


Este trabalho busca verificar se o q de Tobin pode ser considerado uma variável explicativa para o investimento das empresas brasileiras de capital aberto, representado pela variável Capex, com a possibilidade de heterogeneidade nos valores dos coeficientes das variáveis. Os dados explorados neste estudo são indicadores disponíveis na BM&FBovespa, compreendidos no período de março de 2010 a dezembro de 2015, e são analisados por meio do software R. Os resultados apontam que o modelo com quatro regimes distintos é mais adequado do que o modelo linear, e os coeficientes do q de Tobin nos três primeiros regimes são significativos e positivos e, no quarto regime, o coeficiente não é significativo.


Palavras-chave


q de Tobin; Investimento; Capex

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.23925/2178-0080.2017v20i3.36823

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Flag Counter

Revista Administração em Diálogo - RAD
ISSN: 2178-0080

     

 

Apoio: