A abordagem cognitiva na formação da competência empreendedora: o caso da Odebrecht.

Autores

  • Ulrico Barini Filho
  • Onésimo de Oliveira Cardoso

DOI:

https://doi.org/10.20946/rad.v5i1.693

Resumo

A proposta deste trabalho é reunir dados empíricos que permitam a teorização dos aspectos envolvidos na formação da competência empreendedora no âmbito das organizações de negócios. O intra-empreendedorismo tem sido reconhecido como uma estratégia adaptativa para as organizações (vistas como sistemas adaptativos complexos) no enfrentamento de cenários crescentemente incertos e conflitantes. A motivação para este estudo fundamenta-se na premissa de que o empreendedorismo corporativo, entendido como uma competência a ser adquirida, passa a ser uma questão de sobrevivência para organizações submetidas a pressões constantes, nos setores mais dinâmicos da economia. O estudo de caso apresentado reforça a hipótese de que pessoas por detrás dos produtos e serviços podem ser internamente desenvolvidos, desde que as diversas etapas do processo de formação estejam sustentadas por processos cognitivos adequados. Sob esse enfoque, as organizações poderiam superar as limitações da abordagem dos traços psicológicos preexistentes, ampliando as possibilidades de desenvolvimento de um maior empreendedorismo. Palavras-chave: empreendedorismo; competências; cognição; desenvolvimento. Abstract The purpose of this article is to unite empirical data that allows one to theorize on the aspects involved in the entrepreneurship competence development in business organization environments. Intrapreneurship as been recognized as an adaptive strategy for organizations (seen as complex adaptive systems), when facing growing uncertainties and conflicting scenarios. The motive of this study is based on the premise that corporate entrepreneurship as a competence to be acquired becomes a question of survival in organizations submitted to continuous pressure at the high dynamic sectors of an economy. The case study reinforces the hypothesis that intrapreneurs can be developed, if the various phases of the training process are sustained by appropriated cognitive processes. Under this assumption, organizations could overcome the constraints of the personality traits approach, expanding their possibilities of development corporate entrepreneurship. Keywords: entrepreneurship; competences; cognition; development.

Downloads

Publicado

2008-05-14

Edição

Seção

Artigos