RELATÓRIOS COM RESSALVAS: UM ESTUDO DAS CONTAS MAIS PONTUADAS PELA AUDITORIA NAS COMPANHIAS LISTADAS NA BM&FBOVESPA

Alene Cândido Nascimento, Jaqueline Silva de Siqueira, Vera Lúcia Cruz, Luiz Antonio Félix Júnior, Rodrigo José Guerra Leone

Resumo


Este estudo teve como objetivo identificar quais as contas mais frequentes nos pareceres da auditoria com ressalvas das companhias listadas na BM&FBovespa. A técnica metodológica utilizada foi a pesquisa documental, por meio de um estudo de caráter descritivo, bibliográfico e com abordagem predominantemente qualitativa. A população abrangeu os pareceres de auditoria das empresas listadas na Bolsa de Valores de São Paulo, no período de 2015 a 2017, sendo a amostra composta por 728 pareceres. Os resultados demonstraram que a conta de Lucros/Prejuízos Acumulados foi a conta mais frequente nos pareceres de auditoria com ressalvas dessas companhias, vindo em seguida, com o mesmo percentual de incidência, as contas de Investimento e de Empréstimos e Financiamentos e, por fim, também com o mesmo percentual cada uma, as contas de Crédito a Receber, Provisões Fiscais e Imobilizado e Intangível. A incidência maior da conta de Lucros/Prejuízos Acumulados nestas empresas, pode trazer implicações no que diz respeito à distribuição de lucros, à destinação de reservas ou ao prejuízo que ela possa ter resultado.


Palavras-chave


Auditoria Independente; Parecer de Auditoria; Demonstrações Contábeis.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2446-9513.2020v7i1p1-15

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2446-9513

 

INDEXADORES