Do Recife a Medellín: aspectos históricos e pastorais

Alzirinha Rocha de Souza

Resumo


Há duas maneiras de se fazer história. A primeira é ignorando o passado, como se este não contribuisse em nada com o momento presente. A segunda maneira é revisitando-o para que, compreendendo com distância histórica, documentos e crítica os eventos passados, possamos melhorar significativamente o momento presente. É com esse intuito que realizamos a pesquisa e escrevemos o presente artigo, em que revisitamos o ano de 1968, um ano de grande tensionalidade e divisões de opinião na Igreja do Brasil. Nele, apresentamos o “Caso Comblin”, que trata do vazamento público do documento “Notas sobre o documento de base para a II Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano”, que foi solicitado por D. Helder Câmara a José Comblin e à equipe do ITER como preparação à Conferência de MD, e como esse episódio acabou por desvelar as duas linhas opostas de Igreja no Brasil naqueles anos - e suas consequências.

Palavras-chave


Medellín; D. Helder Câmara; José Comblin; CNBB, Ditadura; TFP

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1677-1222.2018vol18i2a3

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 REVER - Revista de Estudos da Religião