Jovens, urbanos e evangélicos: estudos de caso em duas igrejas na cidade do Porto

Helena Vilaça, Maria Osório

Resumo


A relação entre cidade e religião tem-se revelado uma nova temática dentro da sociologia da religião, de modo particular na Europa, e sustentada teoricamente através das teses da pós-secularização, subjetivação e mercado religioso. O cristianismo evangélico, num processo de reconfiguração, o qual não é apenas resultante da imigração, mas mobilizado por estratégias competitivas dentro do campo religioso, tem sido um dos exemplos de regresso da religião à cidade. O presente artigo procura refletir sobre este fenômeno e é ilustrado empiricamente por estudos de caso de duas igrejas evangélicas na cidade do Porto, maioritariamente constituídas por jovens, estética e liturgicamente alinhadas com a cultura urbana contemporânea, mas que continuam a valorizar a autoridade bíblica.


Palavras-chave


Cidade; Novas igrejas evangélicas; Pós-secularização; Subjetivação; Mercado religioso

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1677-1222.2019vol19i3a6

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 REVER - Revista de Estudos da Religião