Espaço, tempo e religião: devoção da Medalha Milagrosa em París, França

Zeny Rosendahl

Resumo


Deseja-se sugerir uma maneira particular de olhar as cidades em relação ao seu contexto cultural, estabelecendo um elo entre espaço, tempo e religião. A interpretação do sagrado como elemento do espaço, a análise do tempo em que ocorreu, a hierofania no lugar, são os caminhos metodológicos valorizados no texto. Paris – a cidade-santuário – sustenta a permanência do espaço sagrado da Capela da Rue du Bac, ambas são exemplos de lugar de memória cujas manifestação de fé religiosa compõe o tema central deste artigo. O roteiro devocional dos visitantes e o alcance espacial dos devotos ao Santuário da Medalha Milagrosa completam a pesquisa realizada, tanto na parte teórica como na análise empírica.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1677-1222.2019vol19i3a8

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 REVER - Revista de Estudos da Religião