An INTERPRETATION ESSAY ON THE RELATIONSHIP OF NETWORKS, STAKEHOLDERS CAPITALISM AND DEVELOPMENT AS A GLOBAL SOCIAL PHENOMENON

Authors

  • Fabiana Faculdade Casper Líbero
  • Ronaldo Fundação Getúlio Vargas
  • Angelo Centro Universitário de Várzea Grande

DOI:

https://doi.org/10.23925/2179-3565.2021v12i3p87-97

Keywords:

Networks, Society, Stakeholders Capitalism, Development, Social Phenomenon

Abstract

Today, social networks are part of a new performance dynamic of society in the face of the social, environmental, political and economic impacts with which it coexists, and, given its relevance, there is currently a rich debate about its implications for development. The essay presented here intends to contribute to such a discussion aiming to reflect if Networks, as an autonomous insertion instance, are in fact capable of influencing the environment in which it is inserted.

References

BALL, S. J. Laboring to relate: neoliberalism, embodied policy, and network dynamics. Peabody Journal of Education, v. 92, p. 29-41, 2017.

BARAN, P. A. Economia Política do Desenvolvimento. Zahar Editores, Rio de Janeiro, 1985.

BARROS, K. S. Réplica 1 – o que é um ensaio? Revista de Administração Contemporânea. v. 15, n. 2, p. 333-337, 2011.

BERTERO, C. O. Réplica 2 - O Que é um Ensaio Teórico?

Réplica a Francis Kanashiro Meneghetti. Revista de Administração Contemporânea. v. 15, n. 2, p. 338-342, 2011.

BITTENCOURT, J. Cada coisa em seu lugar. Ensaio de interpretação do discurso de um museu de história. Anais do Museu Paulista. vol.8-9 n.1, p. 151-326, 2001.

BOVO, C. A Contribuição da Teoria da Rede Social, de Mark Granovetter, para a Compreensão do Funcionamento dos Mercados e da Atuação das Empresas. Revista Pensamento & Realidade, v. 29, n. 3, p. 135-151, 2014.

BOWDITCH, J. L.; BUONO, A. F. Elementos do comportamento organizacional. Pioneira, São Paulo, 1991.

CARNIER, L. Do Planejamento ao Pensamento Estratégico: visão e ação em cenários turbulentos. http://epnpos.blogspot.com/2018/06/do-planejamento-ao-pensamento.html. Visitado em 22/04/2021.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. Paz e Terra, São Paulo, 2000.

CONSTANTINO R. Pró-negócios ou pró-mercado. Gazeta do Povo. Edição de 24/06/2015.

Disponível em: < https://www.gazetadopovo.com.br/rodrigo-constantino/artigos/pro-negocios-ou-pro-mercado/>. Visitado em 11/03/2021.

DARDOT, P; LAVAL, C. A nova razão do mundo: ensaio sobre a sociedade neoliberal. São Paulo: Boitempo. 2016.

FLEURY, S. Redes de políticas: novos desafios para a gestão pública. Administração em Diálogo. n 7, p. 77-89, 2005.

GRANOVETTER, M. Ação Econômica e Estrutura Social: O problema da imersão. RAE, FGV, 2009.

JAGUARIBE, H.. Introdução ao desenvolvimento social. Paz e Terra, Rio de Janeiro, 1979.

KELLY, G. GAMBLE, A. KELLY, D. (org). Stakeholder Capitalism. Londres: Palgrave Macmillan, 1997.

LOPES, F.; BALDI, M. Redes como perspectiva de análise e como estrutura de governança: uma análise das diferentes contribuições. Revista de Administração Pública. v. 43, n. 5, set/out, p. 1007-1035, 2009.

LUCAS JÚNIOR, D.; SOUZA, C. A. Estabelecendo estratégias de comunicação integrada nas redes sociais: análise de uma instituição financeira brasileira. Pensamento & Realidade, v.26, n.3, p.45-60, 2011.

MARTES, A.C. (org.). Redes e Sociologia Econômica. EdUFSCar, São Carlos, 2014.

MARTINS, H; SILVEIRA, L. A; SOUZA NETO, J. A. Atuação em Rede, Confiança e Recursos Internos como antecedentes da Efetividade da Governança Supraempresarial: um Estudo do Impacto no Desempenho das Empresas Envolvidas. Brazilian Busuness Review. v. 16, n. 5, p. 431-452, 2019.

MENEGHETTI, F. K. O que é um ensaio-teórico? Revista de Administração Contemporânea, v.15, n. 2, p. 320-332, 2011a.

_______________. Tréplica - O que é um Ensaio-Teórico? Tréplica à Professora Kazue Saito Monteiro de Barros e ao Professor Carlos Osmar Bertero. Revista de Administração Contemporânea, v.15, n. 2, p. 343-348, 2011b.

MINHOTO, L.; MARTINS, C. As redes e o desenvolvimento social. Cadernos FUNDAP, n 22, p. 89-90, 2001.

MORAES, R. C. Como este Mundo se Tornou Possível? Do Capitalismo Organizado à Desordem Presente. Educação e Sociedade. v.40, p. 1-18, 2019.

MUSACCHIO, A.; LAZZARINI, S. Reinventando o capitalismo de estado. O Leviatã nos negócios: Brasil e outros países. Recife: Portfolio, 2015.

PORTER, M.; KRAMER, M. Estratégia e sociedade: o elo entre a vantagem competitiva e a responsabilidade social empresarial. Harvard Business Review. v. 84, n.12, pp. 78- 92, 2006.

PUC-PR. Orientações sobre a produção do ensaio científico. Disponível em: <http://www2.pucpr.br/reol/concordocompapa/_documents/papa/Orientacoes_sobre_a_producao_do_ensaio.pdf.> Visitado em 26/03/2021.

USP. Sobre ensaios acadêmicos. Disponível em: <https://edisciplinas.usp.br/acessar/>

Visitado em 02/03/2021.

WEF - World Economic Forum. The Davos Manifesto. 2020. Disponível em: https://www.weforum.org/the-davos-manifesto Acesso em 17/03/2021.

Downloads

Published

2021-11-02