BREXIT: COMO A SAÍDA DO REINO UNIDO DA UNIÃO EUROPEIA AFETA AS RELAÇÕES DE COMÉRCIO INTERNACIONAL

Autores

Palavras-chave:

Brexit. Reino Unido. União Europeia. Relações Internacionais.

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar as consequências do Brexit para as relações de comércio internacional, sob a lente da Economia Política Internacional. Foram considerados argumentos de autores que já investigaram as relações entre Reino Unido e União Europeia, mesmo em momentos anteriores à entrada do país no bloco econômico. A análise baseou-se nas teorias básicas das relações internacionais – liberalismo e nacionalismo – comparando seus diferentes fundamentos para melhor compreensão das consequências do Brexit. Os resultados contribuem à ideia de que o Brexit pode trazer desvantagens econômicas ao Reino Unido, sobretudo no que se refere às relações comerciais internacionais.

Referências

ABBOTT, M. The United Kingdom’s Economic Relations with New Zealand and Australia after Brexit. The Commonwealth Journal of International Affairs, v. 108, n. 1, p. 21-35, 2019.

ACEA - EUROPEAN AUTOMOBILE MANUFACTURERS' ASSOCIATION. Brexit and the Auto Industry: facts and figures. Outubro de 2018. Disponível em: <https://industria.gob.es/es-es/brexit/DocumentosBrexit/Automoci%C3%B3n/AUTOMOCION%20Brexit-facts_figures_October_2018.pdf>. Acesso em: 8 nov. 2019.

ADLER-NISSEN, R.; GALPIN, C.; ROSAMOND, B. Performing Brexit: How a post-Brexit world is imagined outside the United Kingdom. The British Journal of Politics and International Relations, v. 19, n. 3, p. 573-591, 2017.

AICHELE, R.; FELBERMAYR, G. Costs and benefits of a United Kingdom exit from the European Union. Global Economic Dynamics, 2015. Disponível em: <https://www.gtap.agecon.purdue.edu/resources/download/8684.pdf>. Acesso em: 8 nov. 2019.

BELKE, A.; GROS, D. The Economic Impact of Brexit: Evidence from Modelling Free Trade Agreements. Atlantic Economic Journal, v. 45, p. 317-331, 2017.

BRANCO, A. M. V. O Nacionalismo nos séculos XVIII, XIX e XX: o princípio construtivo da modernidade numa perspectiva histórico-filosófica e ideológica. Um caso paradigmático: A Alemanha. Millenium, v. 36, n. 14, mai. 2009.

BRESSER-PEREIRA, L. C. Nacionalismo econômico e desenvolvimentismo. Economia e Sociedade, Campinas, v. 27, n. 3 (64), p. 853-874, set./dez. 2018.

BRESSER-PEREIRA, L. C. Nacionalismo no centro e na periferia do capitalismo. Estudos Avançados, São Paulo, v. 22, n. 62, p. 171-193, abr. 2008.

BREXIT: Theresa May anuncia fim da imigração desqualificada. Euronews, 2018. Disponível em: <https://pt.euronews.com/2018/10/02/brexit-theresa-may-anuncia-fim-da-imigracao-desqualificada>. Acesso em: 11 nov. 2019.

CABRAL, A. I. P. União Econômica e Monetária e Mercado Comum: Uma abordagem Internacional das Fases da Integração. Revista do Instituto do Direito Brasileiro, Lisboa, v. 2, n. 10. 2013.

CALHOUN, C. Brexit Is a Mutiny Against the Cosmopolitan Elite. New Perspectives Quarterly, v. 33, n. 3, p. 50-58, 2016.

CALHOUN, C. Populism, Nationalism and Brexit. In: OUTHWAITE, W. Brexit: sociological responses. Londres: Anthem Press, 2017.

CENCI, A. R.; BEDIN, G. L.; FISCHER, R. S. Do liberalismo ao intervencionismo: o Estado como protagonista da (des)regulação econômica. Constituição, Economia e Desenvolvimento: Revista da Academia Brasileira de Direito Constitucional, Curitiba, n. 4, p. 77-97, jan./jun. 2011.

COLANTONE, I.; STANIG, P. Global Competition and Brexit. Milano. BAFFI CAREFIN Centre Research Paper Series, n. 44. 2016.

COSTA, O. A União Europeia e sua política exterior: história, instituições e processo de tomada de decisão. Brasília: FUNAG, 2017.

DEFRA – DEPARTMENT FOR ENVIRONMENT FOOD & RURAL AFFAIRS. Foods Food Statistics in your pocket 2017 - Global and UK supply. National Statistics. 2017. Disponível em: <https://www.gov.uk/government/publications/food-statistics-pocketbook-2017/food-statistics-in-your-pocket-2017-global-and-uk-supply>. Acesso em: 11 nov. 2019.

DHINGRA, S. et al. The consequences of Brexit for UK trade and living standarts. Centre for Economic Performance, London School of Economics and Political Science, Londres, CEPBREXIT02, 2016.

DHINGRA, S. et al. The Costs and Benefits of Leaving the EU: Trade Effects. Economic Policy, v. 32, n. 92, p. 651-705, out. 2017.

DUPUY, H. A.; MORGANTE, M. A. Europa, entre el Brexit y los nuevos escenarios de la integración. In: VIII Congreso de Relaciones Internacionales, La Plata, novembro de 2016.

EUROPEAN COMMISSION. EU expenditure and revenue 2014-2020. 2019. Disponível em: <https://ec.europa.eu/budget/graphs/revenue_expediture.html>. Acesso em: 8 nov. 2019.

EUROPEAN PARLIAMENT. The EU budget explained: expenditure and contribution by member state. 2018. Disponível em: <https://www.europarl.europa.eu/news/en/headlines/economy/20180316STO99923/the-eu-budget-expenditure-and-contribution-by-member-state>. Acesso em: 8 nov. 2019.

GILPIN, R. A Economia Política das Relações Internacionais. Tradução de Sérgio Bath. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2002.

HENDERSON, A. et al. England, Englishness and Brexit. The Political Quarterly, v. 87, n. 2, p. 187-199, abr./jun. 2016.

HOBSBAWM, E. J. Era dos Extremos: o breve século XX: 1914-1991. Tradução de Marcos Santarrita. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

HOBSBAWM, E. J. Nações e nacionalismo desde 1870: programa, mito e realidade. Tradução de Maria Cecília Paoli e Ana Maria Quirino. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1990.

HOUSE OF COMMONS. Statistics on UK-EU trade. Briefing Paper, n. 7851, nov. 2019.

LANG, T. et al. Feeding Britain: Food Security after Brexit. Londres: Food Research Collaboration, 2018.

LANG, T.; MCKEE, M. Brexit poses serious threats to the availability and affordability of food in the United Kingdom. Journal of Public Health, v. 40, n. 4, p. 608-610, dez. 2018.

MAGNOLI, D. Relações internacionais: teoria e história. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2009.

MATTHEWS, A. The Potential Implications of a Brexit for Future EU Agri‐food Policies. EuroChoices, v. 15, n. 2, p. 17-23, ago. 2016.

MDIC – MINISTÉRIO DA ECONOMIA, INDÚSTRIA, COMÉRCIO EXTERIOR E SERVIÇOS. Comércio Exterior. Negociações Internacionais. OMC - Organização Mundial do Comércio. Princípios. 2019. Disponível em: <http://www.mdic.gov.br/index.php/comercio-exterior/negociacoes-internacionais/1886-omc-principios>. Acesso em: 20 set. 2019.

MENABB, C. V. A saída do Reino Unido da União Econômica e Monetária Europeia (Brexit): Uma avaliação a partir das crises recentes e da instabilidade interna do bloco. s. d. Disponível em: <https://repositorio.ufu.br/bitstream/123456789/22330/3/SaidaReinoUnido.pdf>. Acesso em: 04 abr. 2019.

OEC – THE OBSERVATORY OF ECONOMIC COMPLEXITY. United Kingdom. 2017. Disponível em: <https://oec.world/en/profile/country/gbr/>. Acesso em: 8 nov. 2019.

OECD – ORGANISATION FOR ECONOMIC CO-OPERATION AND DEVELOPMENT. The Economic Consequences of Brexit: a Taxing Decision. Policy Paper, n. 16. abr. 2016. Disponível em: <https://www.oecd-ilibrary.org/docserver/5jm0lsvdkf6k-en.pdf?expires=1573242026&id=id&accname=guest&checksum=AFC80E8E41594BD904DF61C97B69C42B>. Acesso em: 8 nov. 2019.

ONS – OFFICE FOR NATIONAL STATISTICS. Balance of payments, UK: April to June 2019. 2019b. Disponível em: <https://www.ons.gov.uk/economy/nationalaccounts/balanceofpayments/bulletins/balanceofpayments/apriltojune2019>. Acesso em: 8 nov. 2019.

ONS – OFFICE FOR NATIONAL STATISTICS. International trade in services, UK: 2017. 2017. Disponível em: <https://www.ons.gov.uk/businessindustryandtrade/internationaltrade/bulletins/internationaltradeinservices/2017>. Acesso em: 8 nov. 2019.

ONS – OFFICE FOR NATIONAL STATISTICS. UK Balance of Payments, The Pink Book: 2019. 2019a. Disponível em: <https://www.ons.gov.uk/economy/nationalaccounts/balanceofpayments/bulletins/unitedkingdombalanceofpaymentsthepinkbook/2019>. Acesso em: 8 nov. 2019.

PARLAMENTO britânico rejeita acordo do Brexit pela terceira vez. G1, 29 de março de 2019. Disponível em: <https://g1.globo.com/mundo/noticia/2019/03/29/parlamento-britanico-rejeita-acordo-do-brexit-pela-terceira-vez.ghtml>. Acesso em: 2 set. 2019.

PETTIFOR, A. Brexit and its Consequences. Globalizations, v. 14, n. 1, p. 127-132, 2017.

RENNI, Y. S.; SANTOS, R. J. Do insulamento ao Brexit: Raízes do Cetismo Britânico na união da Europa. Revista Neiba, Rio de Janeiro, v. 5, n. 1, jan./dez. 2016.

RACY, J. C. et al. Uma contribuição ao desenvolvimento da Economia Política Internacional do Brasil. Nova Economia, Belo Horizonte, v. 25, n. 1, p. 35-58, jan./abr. 2015.

SCHUTTE, G. R. Brexit na perspectiva do Path Dependency. Revista Plural, São Paulo, v.24., n. 2, 2017. p.114-134.

SMITH, A. A riqueza das nações: uma investigação sobre a natureza e as causas das riquezas das nações. Tradução de Getulio Schanoski Jr. São Paulo: Madras, 2009.

SOARES, A. G. Brexit: o referendo de 2016. Relações Internacionais, n.61, pp.63-75, 2019.

STEWART JR., D. O que é liberalismo? 5. ed. Rio de Janeiro: Instituto Liberal, 1995.

SZUCKO, A. S. Percepções Identitárias no Reino Unido: Antes e depois do referendo Britânico. Carta Internacional, Belo Horizonte, v. 13, n. 1, p. 200-223, 2018.

SZUCKO, A. S. Saída à moda inglesa: o referendo no Reino Unido e a questão identitária na União Europeia. 2016. Disponível em: <http://eeas.europa.eu/archives/delegations/brazil/documents/press_corner/news/20151105_1/20151105_1_angelica-saraiva-szucko_pt.pdf>. Acesso em: 04 abr. 2019.

THERESA May anuncia renúncia ao cargo de primeira-ministra do Reino Unido. G1, 24 de maio de 2019. Disponível em: <https://g1.globo.com/mundo/noticia/2019/05/24/theresa-may-anuncia-sua-renuncia-ao-cargo.ghtml>. Acesso em: 2 set. 2019.

TRUMP oferece acordo comercial pós-Brexit ao Reino Unido. Exame, 26 ago. 2019. Disponível em: <https://exame.abril.com.br/economia/trump-oferece-acordo-comercial-pos-brexit-ao-reino-unido/>. Acesso em: 8 nov. 2019.

UNIÃO EUROPEIA. Reino Unido. 2019. Disponível em: <https://europa.eu/european-union/about-eu/countries/member-countries/unitedkingdom_pt>. Acesso em: 8 nov. 2019.

YOUNG, J. W. Britain and European Unity, 1945-92. Macmillan International Higher Education, 1993.

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2020-08-20

Edição

Seção

Artigos