´ATEÍSMO METODOLÓGICO VS. AGNOSTICISMO METODOLÓGICO´

Matt Sheedy

Resumo


Este texto é a tradução de "Methodological Atheism vs. Methodological Agnosticism", feita por Fábio L. Stern. O texto original foi organizado por Matt Sheedy, co-editor da seção “blog” do periódico Bulletin for the Study of Religion, e disponibilizado originalmente em 13 de janeiro de 2016. O Bulletin for the Study of Religion é uma revista da editora britânica Equinox Sheffild, em associação com a Sociedade Norte-Americana de Ciência da Religião (North American Society for the Study of Religion, N.A.A.S.R.). A discussão é baseada em um tópico do Facebook, no qual dois estudiosos debateram um ensaio recente, que apareceu no Journal of the American Academy of Religion (v. 84, n. 2, 2016), intitulado “Must a Scholar of Religion be Methodologically Atheistic or Agnostic?” (“Um cientista da religião deve ser metodologicamente ateísta ou agnóstico?”, em português), de Michael A. Cantrell. Em 17 de janeiro de 2016 a seção publicou também uma resposta de Matt Baldwin, professor da Mars Hill College, em North Carolina, Estados Unidos. A resposta pode ser encontrada traduzida ao final desse texto.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.