A LINGUÍSTICA TEXTUAL NA PRÁTICA DE LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TEXTO EM LÍNGUA PORTUGUESA

AGNALDO MARTINO

Resumo


Este artigo visa a explicitar a forma como a linguística textual contribui para o aprimoramento das mais importantes formas de operações didáticas no ensino de leitura: a compreensão e a interpretação de texto. Não faltam trabalhos que abordam grande variedade de elementos textuais, tornando conceitos como coesão, coerência, inferência, conhecimento de mundo, argumentação, etc. bastante conhecidos, mas subsiste a dúvida sobre como o professor de língua portuguesa pode utilizar esses conceitos nas atividades de leitura. A conceituação de “texto” mudou bastante, desde que começou a ser estudado. Isso faz com que a maneira como nos posicionamos diante dele também deva ser alterada. O texto admite “múltiplas” possibilidades de entendimento, porém não admite “qualquer” possibilidade, pois existem mecanismos que, nele inseridos pelo autor, podem  guiar-nos na escolha de um e outro entendimento. Assim, a compreensão e a interpretação do texto partem da intenção de apreender o significado do texto na interação autor/leitor. Há grande importância no desenvolvimento da compreensão/interpretação de textos para a formação atuante – no que diz respeito à vivência social, política e cultural – do indivíduo. Este artigo abre, então, espaço para a possibilidade de sistematizar estratégias, no que se refere ao modo de organizar o texto.


Palavras-chave


Línguistica, Texto, Compreesão, Interpretação

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




     INDEXADORES: