CONSTRUÇÃO DE SENTIDOS E EVIDÊNCIA DE ATOS E ESTADOS DE VIOLÊNCIA NO CASO DO MEME #HOMENSRISQUE

Lilian Mara Dal Cin Porto, Ana Rosa Ferreira Dias

Resumo


O presente artigo busca evidenciar como o processo de construção de sentidos dos memes #homensrisque auxilia a compreensão da dimensão dos atos e estados de violência neles nomeados e, consequentemente, coloca em discussão a violência sofrida pelas mulheres em nossa sociedade. Para isso, coletamos memes com essa hashtag e analisamos seu processamento textual, baseando-nos nas estratégias mobilizadas para a construção de sentidos em um texto apresentadas por Koch (2010). Compreendendo que o sentido não está no texto, mas se constrói a partir dele, no curso de uma interação, inserimos o presente artigo na perspectiva sociocognitiva-interacional.  Ainda, para possibilitar a realização da análise, apresentamos a definição de violência e a diferenciação de atos e estados de violência encontradas em Michaud (1989), Rondelli (1998) e Souza (2005). A conceituação de meme, também essencial para o trabalho, é baseada em Shifman (2013) e Miltner (2014).


Palavras-chave


violência; texto; estratégias de construção de sentidos; meme.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




     INDEXADORES: