A LIQUIDEZ DISCURSIVA NO SÉCULO XXI: OS MEMES E SEU CARÁTER CARNAVALIZANTE

Rossana Martins Furtado

Resumo


Pensando o discurso como uma atividade sócio-histórica e ideológica, conforme as teorias do Círculo de Bakhtin, investigamos a nova cultura discursiva que se instala na sociedade por intermédio das redes sociais. Coadunando com a teoria sociológica de Bauman sobre a Modernidade Líquida (2001), trazemos a questão da Liquidez Discursiva: como são as práticas discursivas que proporcionam aos sujeitos interagirem no meio social, o discurso, então, é a produção materializada desta modernidade líquida. Os memes, por sua vez, representam essa liquidez discursiva inundando as redes sociais; sua dinâmica constitutiva híbrida revela um caráter carnavalizante, fluindo do discurso oficial para o não oficial. Os apontamentos levam-nos a considerar que o discurso, enquanto prática social que permeia todas as relações sociais, tende a uma performance mais fluida, adaptando-se às novas tecnologias e às novas demandas sociais. O meme, então, surge como um fenômeno discursivo que tem a carnavalização materializada nos projetos de dizer.


Palavras-chave


Letras; Língua Portuguesa; Linguística

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




     INDEXADORES: