ENSINO DE PLE E A REPRESENTAÇÃO DA MULHER PELOS IMPLÍCITOS CULTURAIS NA CRÔNICA DO COTIDIANO.

Siomara Ferrite Pereira Pacheco

Resumo


Resumo

Este trabalho situa-se na área de ensino de português língua estrangeira e na análise crítica do discurso com vertente sociocognitiva e tem por tema a representação da mulher em crônica do cotidiano. Tem-se por objetivo geral contribuir com o ensino de PLE e por objetivos específicos: examinar a representação do papel da mulher e averiguar como os implícitos culturais influem na leitura. Justifica-se a pesquisa na medida em que ensinar língua em um enfoque interculturalista amplia os conhecimentos do falante de modo a torná-lo capaz de reconhecer os marcos de cognição social da língua em aquisição, assim como de contrastá-la com a sua. Nesse sentido, a base teórica é de Silveira (2006) e de van Dijk (1987). Os resultados obtidos são parciais e indicam que a crônica pode ser utilizada para ensinar língua portuguesa de modo a propiciar que o falante reconheça os implícitos culturais que identificam o povo brasileiro

Palavras chaves: ensino de português – crônica – aquisição de língua


[i] Endereço eletrônico: siomara.p@uol.com.br


Palavras-chave


ensino de português-crônica-aquisição de língua

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




     INDEXADORES: