DESENVOLVIMENTO DA COMPETÊNCIA ESCRITORA EM INGRESSANTES NO ENSINO UNIVERSITÁRIO: PERSPECTIVAS TEÓRICO-ANALÍTICAS E DESAFIOS PRÁTICOS.

Nelci Vieira De Lima, Ana Lúcia Tinoco Cabral

Resumo


O texto aborda o desenvolvimento da proficiência escritora de estudantes ingressantes na universidade. A base teórica é a da linguística de texto, numa abordagem sociocognitiva e interacional, que entende a produção textual como um processo que envolve produtor, texto e leitor em interação (Koch, 1997 e 2002). Focalizando a importância de se considerar o leitor no processo de produção textual, as análise buscam identificar em que medida o trabalho de apoio de um orientador especialista, no processo de planejamento, escrita, revisão e reescrita, pode auxiliar o estudante a assumir alguns procedimentos para a melhoria de seu desempenho na produção de textos. Recorrendo à noção de que a proficiência escritora se desenvolve em estágios (Kellogg, 2008; ), as análises evidenciam as dificuldades dos ingressantes nos processos de escrita e apontam algumas possibilidades de ações que possam contribuir com o trabalho a ser desenvolvido para que os estudantes se tornem produtores competentes.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2316-3267.2019v8i2p59-76

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




     INDEXADORES: