CONSTITUÊNCIA DO DISCUSO LITERÁRIO NA CENOGRAFIA EPISTOLAR

Luisiana Ferreira Moura, Renan Gonçalves Locatelli

Resumo


Este artigo, sob orientação teórico-metodológica da AD, propõe o estudo da constituência do discurso literário produzido por Carlos Drummond de Andrade. Para isso, analisamos recortes de discursos construídos por uma cenografia epistolar, na qual contracenam o enunciador e o escritor Mario de Andrade, que constrói uma tensão entre a instância primeira de comunicar e a essência de significar. O objetivo geral deste artigo foi o de analisar como a cenografia legitima a instauração do discurso literário. Ademais, buscou-se identificar o papel do código linguageiro e a condição paratópica de instituição desse discurso. Os resultados apontam que a cenografia epistolar constitui o discurso literário que atesta sua condição de discurso constituinte.


Palavras-chave


Análise do Discurso (AD); Discursos constituintes; Discurso literário; Cenografia epistolar.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




     INDEXADORES: