DISCURSO, FORMAÇÃO DE PROFESSOR E ENSINO: O ETHOS DISCURSIVO

Sandro Luís da Silva

Resumo


A formação do professor tem sido objeto de estudo de várias áreas do conhecimento, promovendo reflexões significativas em relação às possíveis interfaces entre a prática docente e o discurso pedagógico. Este artigo objetiva considerações sobre a constituição do ethos discursivo de sujeitos do curso de Letras, mais especificamente futuros professores de língua portuguesa. O corpus analisado são quatro relatórios de estágio supervisionado de português de uma universidade pública federal em São Paulo. Para embasar a análise, recorremos a Maingueneau (2011, 2015) para os estudos do ethos discursivo. Orlandi (2001), Pacífico (2011), Pêcheux (1997) foram usados para sustentar as questões relativas ao discurso, em especial ao pedagógico e Silva (2012) no tocante ao relatório de estágio. É possível constatar que o ethos construído dos enunciadores evidencia sujeitos conscientes da necessidade de conciliar teoria vista na universidade e prática pedagógica realizada em sala de aula da escola básica, para que a formação do professor seja de fato significativa.

Palavras-chave: Discurso. Ethos discursivo. Formação do professor. Estágio supervisionado.


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




     INDEXADORES: