ANÁLISE DE UMA ATIVIDADE DE PRONÚNCIA DO INGLÊS PROVENIENTE DE UM LIVRO DIDÁTICO

Amaury Flávio SILVA

Resumo


As características de um dado segmento no ato da fala podem ser modificadas de acordo com o contexto fonético em que ele é produzido. Desse modo, o segmento /t/ da palavra can't no contexto "he can't take it anymore" pode ser co-articulado com o segmento /t/ da palavra seguinte, take, podendo, assim, não ser percebido auditivamente.  Entretanto, em um contexto como "I’ve already told you: I CAN’’T", em que o falante enfatiza a palavra can't, a consoante /t/ tem grandes chances de ser hiperarticulada e, portanto, acusticamente audível. Considerando-se a noção de que segmentos perceptivamente inaudíveis não são pronunciados, o objetivo deste trabalho é investigar, à luz da fonética acústica, as características articulatórias de doze segmentos constituídos de consoantes em adjacência, extraídos do CD de áudio de um livro didático em inglês. Nas instruções da atividade de pronúncia em questão, pede-se aos alunos que identifiquem os grafemas correspondentes aos sons não pronunciados. A análise acústica revelou que os segmentos considerados não pronunciados na folha de respostas do livro didático foram, na verdade, produzidos pelos falantes.


Palavras-chave


Segmentos; Contexto Fonético; Acústica; Livro Didático; Co-articulação.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Intercâmbio está indexada em:

        

Catálogo de Bibliotecas:

ISSN 2237-759X

A Intercâmbio e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/intercambio. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/intercambio.