ANÁLISE VERBO-VISUAL DE UM PSICODIAGNÓSTICO COM O RECURSO DE PRINCÍPIOS FUNDADOS NO DIALOGISMO

Any Lilian Maxemiuc Barcellos

Resumo


Elementos verbo-visuais presentes em um psicodiagnóstico produzido por um Psicólogo do Trânsito revelaram a existência de valores como ‘importância’ e ‘precisão’ subjacentes à atividade desse profissional. Esses valores emergiram de um laudo psicológico, resultante da aplicação do teste PMK em um candidato à carteira de habilitação, na forma de diálogos entre interlocutores e discursos. A análise desse laudo fundamentou-se no princípio do dialogismo (Bakhtin, 1929/2005) e na noção de atividade (Bronckart,1994; Amigues, 2004). As categorias selecionadas para analisar o texto na sua concretude foram as categorias de ‘pessoa’, ‘tempo’ e ‘espaço’, explicitadas por Fiorin (2002) em pesquisa fundada na semiótica greimasiana.

Palavras-chave


dialogismo; PMK; psicodiagnóstico; Psicólogo do Trânsito

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Intercâmbio está indexada em:

        

Catálogo de Bibliotecas:

ISSN 2237-759X

A Intercâmbio e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/intercambio. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/intercambio.