PADRÕES ENTOACIONAIS NA FALA DE UM GUARATINGUETAENSE

Dilton Dilton SERRA, Márcia POLACZEK, Marta TANURI, Sandra MADUREIRA

Resumo


Este artigo é desenvolvido no âmbito do projeto AMPER (Atlas Multimédia Prosodique de l’Espace Roman) em sua vertente da língua portuguesa AMPER-POR. O objetivo é analisar enunciados declarativos e interrogativos retirados do corpus AMPER do português brasileiro, gravados por um sujeito oriundo de Guaratinguetá, município do interior do Estado de São Paulo. Com o uso do software PRAAT, fizemos a segmentação das vogais de cada frase e aplicamos um script, desenvolvido por Albert Rilliard, para a obtenção das medidas acústicas de frequência fundamental (em Hz) duração (em ms) e intensidade (em dB). Fizemos, ainda, a medição manual da frequência dos formantes (em Hz) das vogais da última palavra de cada enunciado. Também verificamos o alinhamento do pico da frequência fundamental (f0) em relação à vogal da sílaba tônican essas palavras, conforme proposta de Kohler (2006). Foram constatadas diferenças entre as modalidades declarativa e interrogativa em termos de padrões entoacionais e de alinhamento do pico de f0 em relação à vogal tônica da última palavra dos enunciados.


Palavras-chave


Projeto AMPER; português brasileiro; prosódia; entoação; frases declarativas; frases interrogativas.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Intercâmbio está indexada em:

       

Catálogo de Bibliotecas:

ISSN 2237-759X

A Intercâmbio e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/intercambio. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/intercambio.